REALIZAÇÃO:

POR ERIKA ROSENDO

DIREÇÃO: JUSSARA XAVIER

Projeto contemplado pelo Edital Lei Paulo Gustavo SC D+

Circulação:

Santa Catarina

SINOPSE:

“Autorretrato” (2024)

Autorretrato (2024) é um solo de dança originalmente criado no ano de 2008, que segue sendo apresentado até hoje, como estratégia de continuidade e produção contínua de autorretratos da artista Erika Rosendo. Pensa a ideia de corpo como arquivo, entendido como um sistema ativo em que passado, presente e futuro se atravessam. Busca olhar às experiências incorporadas, à passagem do tempo, ao envelhecimento do corpo na dança e, ao mesmo tempo, para o desejo de continuar viva em cena. Um corpo que ressignifica coisas já existentes (ao invés de criar coisas “novas”), operando na relação entre o real e o possível no aqui e agora.

Um autorretrato do corpo que dança implica na composição de um corpo-imagem que, simultaneamente, conserva e atualiza registros corporais próprios, ou seja, traduz a si mesmo como território marcado por constante transformação, reconfiguração de suas conexões e sentidos. O espetáculo propõe um jogo autorreflexivo: o corpo busca uma percepção e leitura de si, a recuperação e construção de uma identidade móvel e movente. A artista combina reconhecimento e estranhamento, lançando possibilidades de presença num modo pessoal chamado dança.

FICHA TÉCNICA:

Concepção e Direção: Jussara Xavier
Intérprete-criadora: Erika Rosendo
Obras e coreógrafos citados: Tchibum (2014) e Me dê sua mão (2020) de Alan Keller; Éramos 5 num 5×5 na Figueiredo Magalhães (2005) e Não quero falar sobre isso agora (2006) de Clébio Oliveira; “Em solo” (2006) de Erika Rosendo.
Produção: Rodolfo Lorandi
Designer: Gabriel Figueiredo
Assessoria de imprensa: Serginho de Almeida
Duração aproximada: 60 min.
Classificação indicativa: Livre para todos os públicos
Projeto contemplado pelo Edital Lei Paulo Gustavo SC D+

SOBRE O PROJETO:

O projeto “Autorretrato Circulação SC” consiste na circulação do espetáculo de dança solo Autorretrato (duração: 60 minutos, classificação indicativa: Livre para todos os públicos, entrada gratuita), com a bailarina e coreógrafa Erika Rosendo, em escolas públicas de 4 cidades de Santa Catarina (SC). Será realizada uma apresentação em cada uma destas cidades: Canelinha, Jaraguá do Sul, Itajaí e São José, uma delas com a presença de intérprete de Libras. Após cada espetáculo será realizada uma conversa com foco nos assuntos: corpo-arquivo, corpo nas artes (dança, teatro, artes visuais, performance, literatura), autorretrato, autobiografia, dança contemporânea. Inclui, também, a oferta gratuita de 1 oficina de dança (2 horas e 20 vagas), para pessoas com deficiência, com ou sem experiência em dança, na cidade de Canelinha.

CRÍTICA:

“Autorretrato ambienta os próprios caminhos, demonstra os agenciamentos que compõem uma dança resultante de diferentes fontes para se constituir em nova singularidade, uma dança sem igual que não cessa de investigar e levantar indagações. Primeira obra autoral, criada há 14 anos, permite a artista analisar as ações do tempo à luz de seus 36 anos e 20 de carreira. […] permite olhar os acontecimentos da vida, alguns bem traumáticos, e atualizar uma narrativa coreográfica pelo movimento, pela voz, pelas composições, pela “capacidade de se refazer, de buscar espaços para ser artista em meio às demandas do cotidiano, insistir na investigação aos modos de fazer e pensar a dança e sobretudo, ser resiliente aos tempos de agora e tornar realidade o desejo de continuar viva em cena”, diz Rosendo que é dirigida por Jussara Xavier, pesquisadora de dança, dona de um pensamento estético refinado. No palco, Rosendo entrelaça o sublime e a dureza, instaura leveza e drama, humor e melancolia, força e fragilidade, juventude e envelhecimento, leva a pensar no belo, algo que a arte contemporânea quase sempre refuta. Além disso, ela demonstra que traz em sua bagagem um estilo pessoal, uma assinatura, e de como se dá a construção do conhecimento em um corpo dançante”.

Néri Pedroso, jornalista
Publicado no site Conectedance: https://conectedance.com.br/diaadia/tres-concepcoes-em-santa-catarina-ajudam-a-ampliar-consciencia-sobre-momento-distopico/

TEASER:

EQUIPE:

APOIO:

REALIZAÇÃO:

SIGA-NOS: